quarta-feira, 11 de julho de 2012

CURIOSIDADES DO RENASCIMENTO



A época do renascimento foi de uma fase esplendorosa, a saída das trevas, o caminho para as grandes descobertas estéticas e artísticas. O termo renascimento foi utilizado pela primeira vez em 1855, pelo historiador francês Jules Michelet, com o intuito de referir –se ao “descobrimento do Mundo e do homem”.
            Desta forma concepção humanista trouxe para essa fase uma nova visão sobre a beleza, a aparência e a sexualidade do corpo, a celebração a beleza e a redescoberta do nu.  E é neste momento que a imagem da mulher se torna mais reveladora, já que na Idade Média ou a idade das “trevas”, pouco se podia fazer, principalmente com relação ao seu aspecto.
             As mulheres então ganharam uma nova imagem, diferente da época medieval, que tinha ancas e seios pequenos,  no século XV e XVI surgiu um novo modelo, as mulheres receberam uma forma mais roliça com ancas e seios fartos, até o final do século XVIII. Nas vestimentas houve mudanças, um modo de vestir-se mais pudico com vestidos longos e volumosos, o uso do espartilho que modelava a cintura e realçava os seios, isso quando os costumes mais liberais permitiam exibir um peito leitoso.

Higiene

           A higiene veio por durante o século XVI e XVII, a transformar-se numa questão  que a água era alheia , e onde a brancura da roupa substituía a limpeza da pele. O receio da água produziu  uma série de suplentes, como por exemplo os pós e os perfumes. Neste período passou a dar mais atenção as partes do corpo descobertas, as mãos e o rosto. De fato no século XVI, a preocupação com a higiene pessoal foi deixada de lado, o que contribuiu para o crescimento de perfumes e maquiagens.

Como era a higiene
  • Usar as roupas limpas até ficarem sujas;
  •  A escovação dos dentes era feita com algo natural, exemplo: urina, cinzas ou a própria saliva;
  •    As mãos era lavadas de 3 em 3 dias, e o rosto era lavado com  vinagre ou clara de ovo, para deixar a pele mais clara e aveludada;
  • O uso  frequente da maquiagem para esconder a sujeira;
  • Para evitar o odor nas axilas, encharcavam a pele de trocisco de rosas.

Cosméticos

             Já que neste período a higiene pessoal  não acontecia cotidianamente, o uso de cosméticos  ficou mais excessivo.  Descobre-se então nesta época o álcool, extrato de essenciais, princípios orgânicos cristalizados, óleos e etc. Assim varias cidades europeias produtores de cosméticos e sabão, este que era considerado um produto de luxo utilizado pelas pessoas ricas.
             O uso de maquiagem, principalmente o pó de arroz, tornou-se naquele momento uma condição necessária de limpeza. Os pós perfumados e coloridos era usado constantemente, sendo uma acessório de limpeza para os ricos.
             As mulheres preocupadas com os padrões de beleza usavam no rosto durante o dia uma mistura feita de giz, pasta de vinagre e claras de ovos, chamado de  alvaiade, e durante a noite usava emplastros de vitelo cru molhado no leite, no intuito de amenizar os efeitos do alvaiade.
             Alguns livros forneciam algumas receitas, como de creme para clarear o rosto ou de pinturas para as maças do rosto “blush”, reservando certos componentes como, as pérolas, a prata e as pedras preciosas para os que podiam comprar. As receitas tinham duas funções corrigir os defeitos existentes e melhorar o natural. Estas receitas de perfumes e cosméticos era passada de mãe para filha ou entre os boticários.

( Kamila Dias)

15 comentários:

  1. Querida, o texto é muito interessante e intrigante. É de sua autoria?

    ResponderExcluir
  2. O rompimento da idade das trevas inaugura uma transformação no campo do pensamento do homem que renasce das "Cinzas", que como, diria minha querida e colega Ana, será a volta da Fênix? O homem agora é agente legitimador e transformador de uma sociedade que é livre para decidir o rumo da sua vida. Essa transição repercute em vários segmentos da vida social, política, cultural e econômica. E trazendo para a dança, muitas conquistas foram alcançadas: Maria Sallé, primeira dançarina, revolucionou e escandalizou a dança ao usar um vestido mais curto que o tradicional,até porque nesse período a presença masculina dominava a dança, uma vez que, dançavam só homens e travestis.É nesse parâmetro que a mulher se fortalece.A dança agora começa ter um estilo profissional, deixa de ser divertimento da corte, dos nobres. Começa, então a surgir bailarinos e coreógrafos profissionais,que agora priorizam técnica, há também uma aproximação do balé com a pantomima e a presença de enredos nos espetáculos dos mesmos.O balé era uma arte só de intelectuais, aristocratas,nobres, com o tempo esse distanciamento atinge as camadas menos privilegiadas da sociedade.
    A revolução de 1789 provoca sérios mudanças no figurino das virtuosas patrícias humanas Romanas, é a volta à simplicidade e o rompimento a moda que era predominante, as perucas deixam de ser usadas pelas damas da corte no século XVI, surge também as delicadas sapatilhas de cetim.
    Obrigado Kamila pelas informações muito preciosas! Agora percebo que o Renascimento está em mim. Eu também não sou muito chegado a água não, não que não gosto de tomar banho... o problema é se for água fria! kkkkkk.
    Hum... a maquiagem e os vestidos brancos bem levados eram usados em pró da beleza feminina que não gostava de tomar banho.Que legal!Três dias sem lavar as mãos... aliás, tem um episódio de chaves que ele fica três dias com as mãos sujas. hehe. Falta de higiene? talvez. Ou esses hábitos revelam a riqueza de um povo dentro de uma cultura racional? Imagina se essa moda pega aqui no Brasil! Afinal,o que é certo? O que é errado? Essa frase foi falada o dia inteiro para mim através dos meus colegas. Só estou mais uma vez compartilhando com todos. É bate e volta!

    EVERTON SANTOS PAIXÃO

    ResponderExcluir
  3. Não, não Drica, perdão esqueci de colocar a referência, mas resume o conteúdo e coloquei algumas coisas com minha palavras, para acrescentar.

    Referência: http://historiadaestetica.com.sapo.pt/extdocs/renascimento.htm

    ResponderExcluir
  4. Obrigada Everton, graças a minha paciência consegui postar, na hora nem acreditei, pois tinha tentado antes colocar este mesmo post e não consegui. Ah ele era maior, porém resolvi tirar algumas parte e fazer outro post.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que vc não desistiu. Agora que já fez um, vai dar pra fazer vários, né? A partir de sábado, meia-noite.

      Excluir
  5. Legal a discussão. Sobre a questão da autoria esteja atentos. Colocar algumas coisas com suas palavras não dá a vocês a autoria do texto. E, mais do que trazer a referência - isso se faz quando vcs lêem e constróem um novo texto, seu, sobre aquele assunto - é preciso colocar entre aspas tudo o que foi transcrito. A gente vai ter que entender isso nem que seja na marra!

    ResponderExcluir
  6. MUITO INTERESSANTE!! imagine não tomar banho e lavar as mão de 3 em 3 dias (risos.) era a cultura deles, fazer o que né?

    ResponderExcluir
  7. Perdão de novo, realmente não sabia que tinha que usar as aspas, e não coloquei a referência na hora por empolgação, queria ver se dessa fez iria conseguir.Sei do meu erro e não vou fazer de novo.
    Kamila

    ResponderExcluir
  8. Eles escovavam os dentes com a urina mesmo?

    ResponderExcluir